Amazon sai na frente, mas tem Apple no seu encalço
Fonte: Bytes & Types   
Ter, 02 de Março de 2010 / 15:32

As empresas estão lutando para fabricar leitores eletrônicos e vender e-books, mas isso poderá rapidamente se transformar em uma corrida de dois cavalos.

A Amazon, maior vendedora de livros do mundo, obteve a liderança inicial. Ela já vendeu vários milhões de leitores Kindle (com preços de US$ 259 a US$ 489), e sua loja Kindle é a maior vendedora de livros eletrônicos do mundo. Mas, com sua tela pouco elegante de tons acinzentados, o Kindle está exposto à competição.

A Apple, com um histórico de criar produtos que os consumidores adoram, está entrando na briga com o iPad, com tela colorida sensível ao toque (preços entre US$ 499 e US$ 829), que tem entre suas funções a leitura eletrônica, além de ter sua própria iBookstore.

Outras empresas estão fabricando leitores eletrônicos (a Barnes & Noble tem um equipamento que custa US$ 259, e a Sony tem modelos que vão de US$ 179 a US$ 399), e possuem suas próprias lojas virtuais.

Fonte: Valor Econômico
 
           

Assine nossa newsletter e receba notícias da área gráfica, além de informações sobre cursos e eventos do segmento

Assinar

Calendários de Eventos

Siga-nos no twitter

 André Borges Lopes
 Ricardo Minoru Horie
 Alexandre Keese
 Ana Cristina P. Oliveira
 Vitor Vicentini